Entrevista: Porque é que o design de uma clínica dentária é importante?

Entrevista: Porque é que o design de uma clínica dentária é importante?

Quando pensamos num bom design, as imagens que nos vêm frequentemente à cabeça são de coisas bonitas, novas, modernas e, talvez, caras. Nem sempre pensamos em termos de design para uma clínica dentária.

No entanto, um bom design pode aumentar a produtividade e a rentabilidade, onde, evidentemente, o paciente é a principal fonte. A concentração na funcionalidade e no fluxo de trabalho resultará também numa clínica dentária mais eficiente e com menos stress. Um outro factor igualmente importante é o bem-estar – uma sensação de paz e relaxamento para si, para a sua equipa e para os seus pacientes, e uma remodelação bem pensada da clínica dentária proporcionará melhores interacções entre os pacientes, o médico dentista e a sua equipa. Nesta entrevista, o Dr. Miguel Stanley dá algumas ideias sobre o extraordinário conceito de design da sua White Clinic.

Dr. Stanley, quando olho para as fotografias da White Clinic, tenho uma sensação de bem-estar. O design da clínica foi algo importante para si e, em caso afirmativo, porquê?

Penso que o design é muito importante. Os dentistas são, por defeito, designers, porque têm de desenhar dentes e sorrisos. No fim de contas, somos artistas. Assim sendo, uma clínica dentária deve reflectir os valores, os princípios e o espírito da equipa. A White Clinic é, para mim, muito parecida com o seu nome, e é por isso que as batas de laboratório e os quadros brancos têm de ser muito limpos e muito simples.

Sala de espera. (Imagem: Filipa Gonçalves)

Como disse, as clínicas dentárias sempre foram associadas a algo desconfortável, por isso, mesmo na minha primeira clínica, o meu objectivo foi sempre o de criar espaços muito acolhedores.

Nalgumas clínicas, notará que os dentistas ou os proprietários querem maximizar o espaço de modo a instalar o maior número possível de salas de tratamento. Penso que, com base na minha filosofia de tratamento Slow Dentistryque o facto de atender menos pacientes por dia proporciona um serviço de melhor qualidade. Por conseguinte, não quero uma sala de espera cheia ou corredores lotados.

É, por isso, importante para mim criar um ambiente sereno e confortável com alta tecnologia. É tão importante para a clínica como renovar, actualizar e melhorar a tecnologia que utilizamos. Podemos actualizar a área de recepção e o balcão de atendimento com algo tão simples como pintar as paredes ou mudar o mobiliário e a decoração. A limpeza também é, naturalmente, muito importante para mim.

Quais foram os pontos que considerou vitais para o design da White Clinic?

Para mim, o design, tal como a arquitectura, tem tudo a ver com função. A forma segue a função. Deve ser funcional. Se estiver a tentar construir uma clínica num espaço pré-existente, como um edifício antigo, onde, por exemplo, não pode derrubar paredes, é muito difícil criar um fluxo de trabalho em torno da arquitectura existente ou conceber a sua planta de acordo com o fluxo de trabalho ideal.

As cores claras dão uma sensação de pureza. (Imagem: Filipa Gonçalves)

É mais fácil construir a partir do zero num espaço aberto, onde a arquitectura pode e deve seguir o fluxo de trabalho e o percurso do paciente.

Na White Clinic, tudo foi concebido em torno do percurso do paciente. Queremos que os pacientes passem muito pouco tempo na área da recepção e depois vão directamente para os exames de CBCT e para a área de radiografia panorâmica. Uma pequena deslocação encaminha-os depois às salas de tratamento. Lá, também tudo foi feito de forma a que os pacientes se sintam o centro do mundo.

A privacidade também é muito importante; tratamos muitos VIPs, por isso não queremos demasiada confusão e desordem. Por conseguinte, todos os pormenores foram concebidos em função do fluxo de trabalho que pretendemos para os nossos pacientes. Obviamente, foi feito um grande esforço para que se sintam seguros e protegidos, para que possam sentir que estão num local seguro e que existe uma variedade em termos da mais recente tecnologia, disponível para ser utilizada sempre que necessário.

Muitas clínicas dentárias não têm um design tão contemporâneo como o da White Clinic. Oferecemos espaços organizados, cores claras e uma sensação de pureza. Porque é que era importante para si que a clínica tivesse este estilo de decoração e se isso fez alguma diferença nas suas interacções com os seus colegas, equipa e pacientes?

Desde que concebi a minha primeira clínica em 1999, compreendi a importância da convergência de um bom serviço, de um ambiente confortável e de uma luz ampla, chegando mesmo a contratar um especialista em Feng Shui para avaliar o fluxo de energia e para me ajudar a compreender a importância da luz, das janelas e de espaços bem arejados.

As salas de tratamento são sempre amplas, para que os familiares possam estar na sala com os pacientes mais nervosos, havendo assim um espaço considerável para os pacientes e a minha equipa se movimentarem livremente.

Sala de tratamento. (Imagem: Filipa Gonçalves)

Mantenho as coisas muito simples; não complico demasiado. Temos chão branco, paredes brancas e muito poucos objectos pessoais. Tem tudo a ver com o trabalho que fazemos aqui e isso reflecte o trabalho que fazemos. A estrela da White Clinic é a tecnologia de que dispomos e que utilizamos, tais como as cadeiras dentárias. Tudo isto reflecte a abordagem minimalista ao nosso trabalho.

Não temos nada a esconder e, por isso, não nos embelezamos com decorações extravagantes. A forma como a minha equipa trabalha, o serviço e a tecnologia que oferecemos, é o que as pessoas procuram, e a clínica é apenas o pano de fundo para isso. Uma vez que não estamos a tentar esconder nada, também não precisamos de embelezar nada, e penso que esta é uma mensagem forte que os pacientes apreciam e compreendem.

Dr. Stanley, há alguma coisa que queira acrescentar?

Penso que, especialmente devido a esta pandemia, daqui para a frente pretende-se uma sala de espera que não esteja sobrelotada, onde as pessoas sintam que não estão sentadas umas em cima das outras.

As pessoas também precisam de estar atentas à limpeza. Muitas pessoas esquecem-se das casas de banho, que são, para mim, extremamente importantes. É aí que as pessoas compreendem o funcionamento íntimo da limpeza. Ter uma casa de banho muito limpa, com sabonete, toalhas e iluminação atraentes é essencial, pois é um reflexo importante da clínica.

O aspecto geral da clínica transmite a mensagem de que nos preocupamos com os pormenores, e penso que essa é a coisa mais importante que os dentistas querem que os seus pacientes compreendam. Isto, por sua vez, é demonstrado na nossa abordagem ao tratamento.

Penso que este facto deve estar patente em todos os elementos de decoração e design.

Fonte: https://www.dental-tribune.com/news/why-does-dental-practice-design-matter/

Related Posts

Dentes saudáveis = Olhos saudáveis

A ligação entre uma saúde oral deficiente e doenças oculares, em particular o glaucoma, é uma área de interesse emergente na investigação médica. E apenas mais uma prova científica de que todos os órgãos do nosso corpo estão ligados à nossa boca, desde o cérebro e os olhos até ao intestino e o coração.

Read More

Dentes saudáveis = Sistema reprodutor saudável

Lidar com problemas de fertilidade pode ser um processo emocional para muitos casais. Uma investigação da Johns Hopkins de 2022 revela que “embora as taxas de infertilidade nos EUA tenham estabilizado, o problema persiste para muitos indivíduos”. E todos nós conhecemos alguém que tem ou está a lidar com problemas reprodutivos. Mas sabia que a saúde oral também pode afectar a fertilidade?

Read More

Dentes saudáveis = Pele saudável

Quando se trata de saúde, nem todas as pessoas são iguais e algumas são mais sensíveis do que outras. Quem lida diariamente com problemas de pele sabe-o muito bem. O que talvez não saibam é que existe uma forte ligação entre a gestão da saúde oral e a gestão de uma variedade de doenças da pele.

Read More
Scroll to Top